Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ser Mulher

Com 20 anos e completamente apaixonada por um jovem de 23, venho partilhar com vocês a aventura e dificuldade de passar a ser uma mulher. Quando vivemos com uma super mulher, a quem chamamos Mãe, parece impossível um dia ser como ela♕

Ser Mulher

Com 20 anos e completamente apaixonada por um jovem de 23, venho partilhar com vocês a aventura e dificuldade de passar a ser uma mulher. Quando vivemos com uma super mulher, a quem chamamos Mãe, parece impossível um dia ser como ela♕

Qua | 06.06.18

#Desabafo4

VeraVilela

Hoje ao entrar numa rede social deparei-me com um excerto de um belíssimo escritor e que, de imediato, chamou a minha atenção. Nem tudo o que ele escreveu era relevante, mas não resisti em partilhar com vocês a parte que realmente gostei. 

Capturar.PNG

Achei maravilhoso este bocadinho, um bocadinho que diz tudo o que nós, mulheres, precisamos. Não é um pedido de casamento, não é uma viagem, não é nada de outro mundo. São apenas pequenos gestos, gestos que provem que se lembraram de nós, que provem que nos continuam a amar, gestos que demonstrem o quanto somos importante. 

Ás vezes não é preciso dar um chocolate ou algo material, ás vezes um "Obrigado", um "Amo-te", um "Tenho saudades tuas", quando verdadeiramente sentidos, valem o triplo do que qualquer outra coisa que nos possam dar. 

Todos sabemos que uma relação deve ser regada, não só por um, deve ser pelos dois. Se ele(a) te ajudou, se demonstrou que se preocupou contigo, se demonstrou que te ama (independentemente da forma), faz igual. Faz-lhe uma surpresa, aparece quando ela menos imagina, diz-lhe uma frase que sintas verdadeiramente, faz-lhe um miminho na face, ama-o (a) como se não houvesse amanhã e sejam felizes. 

Independentemente da fase pelo qual estejam a passar, têm sempre de tirar um tempo para o outro, por mais curto que seja, só esse gesto demonstra importância. Por vezes faz uma pausa naquilo que estiveres a fazer, manda-lhe uma mensagem a dizer que tens saudades, vai dar-lhe um beijo ou diz-lhe que o(a) amas e, depois volta novamente para o teu mundo, porque só essa pequena pausa já fizeram a diferença. 

Nem sempre é fácil amar, já o admiti aqui, mas também admiti o quanto é maravilhoso. Vamos todos amar, vamos todos lutar e vamos todos ser felizes. ☆